cosmologia

universos eclodem

ao meu redor

e eu nada

 

estagnado

insuficiente

uma lenta câmara em branco

sem ar, sem gás, sem nada

sem voz, sem olhos, sem nada

 

apático

paralítico

afásico

e toda uma família de palavras

que não existem

para designar a mim

que sou nada

 

(Arthur Dantas da Silva)

Anúncios